Home

blogfiestaspatrias

Nós (eu e meu marido, que é Limenho) celebramos com um encontro de poetas peruanos contemporaneos  no Consulado de Paterson en New Jersey e ontem saimos para comer Cebiche e Jalea. O máximo!

Voces tambem  podem experimentar a tremenda culinária peruana.

Felizes Festas Pátrias Peru!! Festas que são comemoradas pelo povo bem diferentemente do nosso 7 de Setembro.

Segue texto que tomei do Site UOL.

Na terça-feira, 28 de julho, comemora-se o dia da independência peruana. Até pouco tempo atrás, a data poderia passar batida para os paulistanos. Mas isso começa a mudar, graças à cozinha.

Atualmente, em São Paulo, há um restaurante 100% peruano, o La Mar; dois “novoandinos”, o Ají e o Killa, de comida tradicional andina “atualizada”, e um nipo-peruano, o Shimo.

O Peru esteve sempre aqui ao lado, então por que demoramos tanto para notar os sabores picantes dessa culinária? Porque, só agora Gastón Acúrio, o “embaixador mundial” da culinária peruana chegou a São Paulo (depois de abrir restaurantes em Lima, Bogotá, México, São Francisco e Madri). Há poucos meses, ele abriu na cidade a filial do seu aclamado La Mar.

“Somos muito mais influenciados pelo que vem dos Estados Unidos e da Europa. A influência latina está acontecendo aos poucos e com a gastronomia não podia ser diferente”, diz o chef da casa, Fábio Barbosa.

Gastón Acúrio fez para a cozinha peruana o que Ferran Adrià fez pela alta gastronomia espanhola: divulgou-a pelo mundo. Carro-chefe da empreitada, ele utilizou um dos pratos mais conhecidos do país, o ceviche. Simples de fazer, o ceviche consiste em pequenos pedaços de peixe “cozidos” pela ação do suco de limão, misturados a cebola, alho, pimentão e pimenta ají, típica do país.

Mas assim como a culinária brasileira não é só feijoada, a peruana tem muitos outros pratos marcantes. “Meus preferidos são Chicharrones (carne de porco bem temperada, frita e sequinha) e papas a la Huankaina (batatas com molho cremoso a base de queijo, levemente apimentado)”, diz Checho Gonzáles, boliviano, chef do novo Ají.

No dia-a-dia das famílias, os pratos mais consumidos são o Lomo Saltado (filé salteado), o Arroz com pollo (arroz com frango) e a Papa Huancaina (batatas com queijo, ovos e pimenta ají). Segundo Dylan Koishi, chef do Kylla, os ingredientes básicos que o interessado por essa culinária deve ter na cozinha são aji, limão, cominho, coentro, cebola, alho e gengibre. Também devem ser adicionados a essa lista milho, batata e tomate.

Para beber? “Pisco Sour e cerveja”, preferem Dylan e Fábio. Gonzáles fica no mais tradicional: chicha, bebida típica andina feita à base de milho fermentado.

One thought on “Restaurantes peruanos no Brasil também lembram independência do Peru

  1. Mae,
    Já fui fotografar no La Mar, mas não deu pra comer ceviche no dia, eu tinha acabado de almoçar…! Mas é ótimo! Está a maior moda de comida peruana por aqui…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s